O curry e suas facetas – Receita Curry Vegano

Lá em casa, eu e meu companheiro valorizamos o “confort food”, aquela comida que conecta  ao conforto do lar, da família e amigos, ou que aqueça o coraçãozinho em um dia meio hostil. O curry, para mim, é um dos pratos mais versáteis, saborosos e nutritivos do mundo das comidas versáteis, saborosas e nutritivas.

Mas o curry não é aquele tempero cor mostarda?

Também.

Aquele pó que conhecemos é uma mistura comercial de vários temperos, sendo os principais utilizados o coentro, o cominho e o açafrão da terra. Também se usa bastante gengibre, cardamomo, canela, alho e cebola em pó, mostarda, feno grego, etc. Essa mistura se baseia principalmente no garam masala indiano, que é um dos componentes centrais das misturas de especiarias que compõem os pratos chamados de curry.

Curry, portanto, é o nome geral que se dá aos cozidos originários da Índia (também existem versões tailandesas e japonesas) que utilizam uma combinação de temperos e ervas secas ou frescas, utilizados como condimento para ingredientes específicos. Existem curries de grão de bico, espinafre, ricota (paneer), carnes, etc., cada um com uma mistura própria de especiarias.

As diferenças básicas entre os pratos de outros países são as seguintes: os curries tailandeses tem como características principais o uso do leite de coco no molho, e a mistura de temperos ser em forma de pasta, pois é composta em maior parte por ervas e pimentas frescas. Os curries do Japão se baseiam no roux que leva uma combinação semelhante ao garam masala e são muito consumidos de forma pronta, comercializados em tabletes semelhantes aos de caldos prontos (e igualmente repletos de sódio).

É o tipo de prato que deixa a cozinha muito cheirosa e de certa forma, pela mistura de temperos e ervas, se torna um prato bastante envolvente, que esquenta e cura.

No dia a dia, praticamente não uso receitas específicas mas sim uma lista de ingredientes que casam entre si. Pode-se utilizar a base que quiser: grãos, legumes ou frutas, e o molho e o tempero que for. Basicamente, faço um apanhado dos vegetais que tenho em casa e adiciono os condimentos.


MOLHO BASE: leite de coco, leite de amêndoas, purê de vegetais (maça, tomate, banana), água da lentilha, água do feijão.

TEMPEROS BASE: gengibre, cominho, coentro, cúrcuma, cardamomo, pimenta vermelha, mostarda, pimenta preta, feno grego, . Você pode misturar tudo isso fazendo uma pasta (roux – explico a seguir) e colocar no final da preparação para engrossar ou ir fritando um por um.

CURRY DE QUÊ?: lentilha, grão de bico, couve flor/batata, batata, cenoura, seitan, brócolis, espinafre ou taioba com tofu, feijão branco, berinjela, etc, etc.

Exemplo de curry tailandês com brócolis e base de leite de coco e pimenta vermelha.

 

CURRY JAPONÊS COM VEGETAIS

Essa receita é uma adaptação vegana do curry japonês, inteiramente feito em casa, sem o uso da base comercial.

Comece preparando o mise en place:

3 dentes de alho grandes bem picadinhos

6 cebolas em rodelas finas

5 batatas cortadas em cubos (2cm)

5 cm de gengibre picadinho

2 cenouras grandes em cubos

200g de vagem (opcional)

6 tomates picadinhos

1 maça ralada

3 louros em folha

Anis estrelado (opcional)

Sal

Roux:

3 colheres de sopa de farinha de trigo

4 colheres de sopa de alguma gordura (óleo de coco, azeite de oliva, óleo vegetal qualquer ou margarina vegana)

Curry em pó

Misture a farinha e a gordura na panela em fogo baixo, quando virar uma pasta, desligue o fogo e misture o pó. Reserve.

Após organizar o mise en place, refogue as cebolas em fogo médio/baixo, por um bom tempo, podendo chegar a uma hora, até ficarem levemente douradas e muito macias, quase que desmanchando.

Depois, coloque adicione os tomates e a maça e cozinhe até tudo ficar uma mistura espessa.

Adicione as batatas e as cenouras com a água e espere cozinhar bem, desligue o fogo e misture o curry em pasta até engrossar.

Enfeite com temperos frescos da sua preferência e sirva com arroz cateto japonês.

Espero que os leitores também se apaixonem pelo processo de fazer curries assim como eu 🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *